Google+ Followers

quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Jardim Jaleco

Para quando a reedição do Jardim Jaleco do Carlos Mendes?

Pergunto eu, que preciso de canções  - boas músicas, boas letras - para os meus netos e as deste álbum são bem giras. Ainda por cima, não é fácil encontrá-las nos sítios habituais...


A capa do vinil com a serpente Serafina (a grande vaidosa), o hipopótamo, o elefante.... O Guarda EZEQUIEL!




É possível encontrar aqui, mas sem animação.

Eis o link para o

Guarda Ezequiel
http://www.dailymotion.com/video/x176ld2_jardim-jaleco-o-guarda-ezequiel_music
retirado daqui: http://tiago.pinhal.com/blogue/tag/jardim-jaleco/
para a
Serpente Serafina 
http://www.dailymotion.com/video/x176mhr_jardim-jaleco-a-serpente-serafina_music

«...Eu sou a serpente Serafina, gosto de me dar com gente fina
eu sou a serpente Serafina, tenho olhos de amêndoa, língua viperina,
 sem falar da pele que é mesmo de espanto
eu sou  a serpente Serafina, não há quem resista ao meu doce encanto...»

para o
Elefante D. Henrique!!
http://www.dailymotion.com/video/x176kks_jardim-jaleco-o-elefante-d-henrique_music

retirado daqui: http://tiago.pinhal.com/blogue/page/149/

para o
Hipopótamo Aristocrata (Ui, que boca tããão graande!)
http://www.dailymotion.com/video/x176n1r_jardim-jaleco-hipopotamo-aristocrata_music

«Eu tenho uma pata de aristocrata e moro defronte do rinoceronte
tem um corno no meio que bicho tão feio e mesmo a girafa também não se safa
Eu tenho uma pata de aristocrata e chamam-me gordo, mas que grande lata!
....»

E não resisto ao
Jacaré casca grossa
http://www.dailymotion.com/video/x176mvd_jardim-jaleco-jacare-casca-grossa_music

«Sou Jacaré de mão fina, não tenho pata nem pelo
nem nunca usei brilhantina para alisar o cabelo
sou jacaré de mão fina, a mim ninguém me faz mossa,
não sou como a Serafina, eu cá sou de casca grossa.
Sou Jacaré, assim é que é e gosto do fado
mas tratam-me mal e roubam-me a pele para fazer calçado. 
Mas eu não me rendo, só pretendo a igualdade.
Sou casca-grossa, mas nunca pus a pata na poça!
Muito obrigadinho, muito obrigado, muito obrigadinho, muito obrigado..."

e ao
Burro Adalberto 
http://www.dailymotion.com/video/x176n7x_jardim-jaleco-burro-adalberto_music
«Era um burro nada burro e senhor do seu nariz
cantava no Coliseu, cantava no Coliseu e também no S. Luís
sempre que ia cantar tinha grandes ovações porque ele
em vez de zurrar cantava lindas canções
Eu não zurro eu não zurro porque isso é próprio do burro...»
( Vd. letra aqui: http://chapreto.blogs.sapo.pt/253675.html)

o melhor é ouvir tudo, O.K.? E de seguida. É só clicar aqui
https://soundcloud.com/jardim-jaleco/sets/jardim-jaleco

A próxima ida ao Jardim Zoológico tem que ser devidamente ilustrada!

1 comentário:

  1. Dentro da sua qualidade, a serpente Serafina deve ser o único espécime do mundo que me suscita pensamentos claros e até meio adocicados. Só por isso, já o Carlos Mendes devia ter trazido a reedição. Vivemos na época dos revivalismos. Venha o antigo com roupa nova!

    ResponderEliminar