Google+ Followers

quinta-feira, 24 de julho de 2014

Museu da Natureza

Desta vez, uma visita ao museu da natureza de Sião, em Valais, na Suíça.

Não tem dinossauros, não me parece ter esqueletos, mas tem uns animais mortos, muito mortos a disfarçar esse estado muito bem!!!








quarta-feira, 23 de julho de 2014

Gruta das fadas


As férias do J. continuam.

Agora longe daqui...

Grotte aux fées!  Belo título para atrair pequenos visitantes.

Não é que a imaginação precise muito destes lugares palpáveis! «As fadas, eu creio nelas...» vivendo em grutas ou em castelos no ar...

Estas fadas que, segundo dizem, habitam há muito nestas grutas, parece que de vez em quando, por breves instantes, acompanham os visitantes à saída... 

Il arrive parfois qu’après quelques instants de minuscules fées raccompagnent les promeneurs vers la sortie.

Fontaine : on dit de la fontaine des fées que celui qui plonge sa main gauche dans cette eau verra ses rêves les plus chers se réaliser grâce à la vertu magique des fées.(retirado daqui:
http://www.grotteauxfees.ch/cms/index.php?option=com_frontpage&Itemid=1&lang=fr)

A fonte, como todas as fontes antigas, é lugar de desejo... Neste caso, é só molhar a mão esquerda...


retirado daqui: http://www.grotteauxfees.ch/cms/index.php?option=com_frontpage&Itemid=1&lang=fr

Stars wars

Parece que agora é assim... A guerra das estrelas é em inglês.

Os extra-terrestres e todos os mundos que hão-de ser descobertos devem falar inglês.

Também já tinha reparado que toda a gente nos filmes se entende em inglês.

Nenhuma destas questões interessa ao J.

Anda encantado com os Legos que faz e refaz ao sabor da sua imaginação!



Mesmo coisas de avó...

Para descontrair...

Uns sapatinhos para a C.


No tempo em que as galinhas tinham dentes ou... os dinossauros mortos continuam a ser notícia (2)

Uma visita ao Museu da Lourinhã

Para começar, esta cabeça de dinossauro com ar assustador!





Uma pegada...GRANDE





Um LOOOOOOOngo pescoço e umas GRAAAAAANDES pernas...



Uma cauda à altura!


Mas assim, em esqueleto, não metem medo...




O mesmo não se dirá da sua reconstrução gráfica! 
Um desenho de um dissonauro grande a comer um dinossauro pequeno tem uma aparência  mais terrifica. Isto, sim, levantou muitas questões ao nosso pequenino visitante!


De resto, tudo pareceu muito divertido!!!







Hoje, os dinossauros são uma sombra do que eram...

E ainda bem!!!

Aqui está um belo, atraente e inofensivo exemplar. É o COLIBRI, também chamado de BEIJA-FLOR. Qual dos nomes o mais bonito! 


retirado daqui: http://faunadelmundo.wikispaces.com/Colibri
Bem sei que isto é difícil de acreditar.
Dir-se-ia que não pode ser! É mesmo uma evidência que entra pelos olhos dentro!!!

Mas a ciência é assim: passa a vida a contrariar o que os nossos olhos vêem!!!!



segunda-feira, 21 de julho de 2014

Un éléphant se balançait

Esta canção chegou-nos trazida pelo J.

Como diz o avô G., estas canções francesas são divertidas (mais do que as portuguesas) !

Imaginam um elefante a balouçar-se numa teia de aranha??? E dois, três, quatro....?!!!


Un éléphant se balançait 
Sur une toile, toile, toile, toile d'araignée,
C'était un jeu tellement amusant
Qu'il appela... un deuxième éléphant

Deux éléphants se balançaient
Sur une toile, toile, toile, toile d'araignée,
C'était un jeu tellement amusant
Qu'ils appelèrent... un troisième éléphant

Trois éléphants se balançaient
Sur une toile, toile, toile, toile d'araignée,
C'était un jeu tellement amusant
Qu'ils appelèrent... un quatrième éléphant

Quatre éléphants se balançaient
Sur une toile, toile, toile, toile d'araignée,
C'était un jeu tellement amusant
Qu'ils appelèrent... un cinquième éléphant

Cinq éléphants se balançaient
Sur une toile, toile, toile, toile d'araignée,
C'était un jeu tellement amusant
Que tout d'un coup… BaDaBouM !

(retirado daqui: http://www.mamalisa.com/?t=fs&p=2221&c=22)

Carmen

O J. gosta desta canção.

Escolho a voz da bela Angela Gheorghiu


The Jungle Book ou o Livro da Selva ou simplesmente Mogli

Para não esquecer o contentamento dos primos - do J. da C. e do T. - ao ouvir a música...
Num fim de tarde, a caminho de casa retornando da praia.
Única maneira de os serenar. Segredo da mamã R.

As vozes dos animais são sempre uma atracção irresistível. Então, o macaco! Está no top.

Do youtube, o trailer original do filme de 1967


Agora em francês, um episódio onde os macacos têm destaque! O J. entende-me!


Olá peixinho....

Testado e aprovado pelo J.

A história de um peixinho que vai encontrando muitos outros peixinhos, todos diferentes...
que a todos diz olá e a quem todos respondem enquanto nadam, nadam... que é o que os peixes e os peixinhos sabem fazer!
Este peixinho nada encantado com tantos amigos, mas a maior alegria acontece quando encontra a sua mamã que lhe diz:
- Viva o meu peixinho! - e lhe dá muitos beijinhos!!! (que é também uma coisa que as mamãs fazem muito bem!!!)


retirado daqui: http://www.caminho.leya.com/pt/infantil-juvenil/traduzido/viva-o-peixinho-coleccao-borboletras/

Olá eu sou o peixinho~
A nadar alegre no mar
Tenho cardumes de amigos
Que vos vou apresentar

Olá, olá, peixinhos belos
Vermelho, azul e amarelo
Olá peixe pintalgado
E peixe raiado,
peixe brincalhão e
peixe rezingão

Um, dois, três...
Diz lá quantos vês.

Olá peixefante e peixe caracolante
Olá peixe encantador e peixe assustador, peixe que se vê
e peixe que mal se vê
peixe a voar e peixe no ar.

Olá peixe bolinhas
E peixe trinca-espinhas.
Olá peixes gémeos.
Encaracoladinho, enroladinho,
de barriga para o ar,
a girar, a girar.

Tanto peixe, tanto amigo, todos gostam de mim
e todos brincam comigo.

retirado daqui: http://viverarcoiris.blogspot.pt/2010/07/viva-o-peixinho.html


Mas onde estará a que eu amo mais
do que os outros peixes tão originais?

- Olá, Mamã.
- Olá peixinho.

Beijo, beijinho
Viva o peixinho!



Para ver aqui:
https://www.youtube.com/watch?v=iyKI8jatoQU&list=PLQuYVJ24TcpalmBRKr4cph4m9X7kkfEA4&index=6


João e Maria ou a Casinha de Chocolate

Esta é a história de dois meninos que se perderam na floresta onde, depois de andarem, andarem e ficarem cheios de fome, encontraram uma casinha feita de chocolate. Só não sabiam que quem vivia lá era uma bruxa muito má, Mesmo muito má. E a história continua...

Mostrei esta versão ao J.
Testada e aprovada!


domingo, 20 de julho de 2014

O Gato das Botas

História testada e aprovada!!!

O J. gostou desta versão interativa que lhe mostrei em http://www.junior.te.pt/servlets/Jardim?P=Historias&ID=10

E agora encontrei esta versão em português do século XX, anterior ao primeiro acordo ortográfico!

http://lechatdanstousesetats.wordpress.com/2013/08/11/os-gatos-na-literatura-37-charles-perrault-les-chats-dans-la-litterature-37-charles-perrault/







A galinha patareca

Esta é uma canção do agrado da C.

Será que o J. também gosta?

É só clicar https://www.youtube.com/watch?v=mN5y4aiJQQo



Esta cantiga merece lugar de destaque!


http://bloguinhododanielcompleto.blogspot.pt/2014/03/cantiga-grave-mao-no-chao-e-pe-no-ar.htmlar legenda



É grave
                             é muito grave
é grave
                             é muito grave



Nem todas as canções feitas para crianças se podem gabar de serem apreciadas por crianças...

Pois esta passou o teste!

Tem sido cantada, reinventada....

De modo sempre divertido

O J. e a avó fartaram-se de imaginar muitas coisas que sonhavam ser outras coisas...

Momentos bem passados!

E por mais que tente, o mais que consigo é colar aqui o link da canção no youtube...


https://www.youtube.com/watch?v=qr1XLnl_1DM




quinta-feira, 17 de julho de 2014

O leão, os peixes, os fósseis e a tartaruga


O Carnaval dos Animais continua a ser uma das obras da preferência do J. Não se cansa de a ouvir, tem as suas músicas de eleição e damos por ele distraído a trauteá-las.
Acima de todas elas está a do leão. Compreende-se. A narração é atraente, a marcha do leão é majestosa...



A seguir, vêm os peixes, quer dizer, o aquário...


A seguir, os fósseis. Os animais muito mortos. Como os dinossauros que visitámos no Museu da Lourinhã!
Bem divertido!!!



E, por último, as tartarugas.
Lentas, vagarosas... Com muiiiito tempo...
No entanto, perseverantes e imparáveis...