Google+ Followers

domingo, 18 de março de 2012

Indo eu, indo eu a caminho de Viseu...

Esta também é daquelas que não pode faltar no repertório dos netos...
Não quer dizer que pense dela alguma coisa de especial, mas a verdade é que a devo achar boa de cantar...e de bailar!!!

3 comentários:

  1. Deves achar?!...Ou achas mesmo? eu gosto dela a valer. Cantei e dancei-a de roda mil vezes e uma. Não sei se me apetecia voltar a esse tempo que era tempo de nem saber que Viseu era um nome de cidade, nem me importar com não sabê-lo.

    O que tb não sei é se a consciência dele, me serve para quê.

    bjinho

    ResponderEliminar
  2. O que quero dizer é que me ouço a cantá-la sem pensar...
    Não tenho sequer tempo para "achar"...
    Quanto ao resto... dizes muito bem (e também só muito mais tarde conheci Viseu...)
    dizes mesmo muito bem... principalmente quando manifestas as tuas dúvidas quanto às vantagens da consciência...
    bjs
    PS: estou sempre à procura dos teus comentários. Se não fosses tu, isto era um deserto...

    ResponderEliminar
  3. qual!!! A menina endoidou? o deserto é mais abaixo.

    nós duas enchemos o teu blogue. Tu escreves à séria e eu destrambelho. E faz pendant. Se queres, convidas terceiros para endireitar isto. Mas talvez a gente se aguente mais uns 3 anos até o J. começar a escrever aqui: "é a tia" "eia, eia" (espero que isto já não exista, sabia lá eu o que era eia eia) "a tia tapa o pote" "a tia ata".

    Vá...diz lá que não vamos ficar todas babosas. E equilibra.

    Depois fazes a cartilha maternal da avó (avozal, não existe pois não?) e eu aprendo a ler :) escrever já mais ou menos. Ler é que ainda não sei muito bem. Vou esperar.

    ResponderEliminar