Google+ Followers

segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

28 Histórias para Rir mais uma e mais outra

A HISTÓRIA DO LOBO E DO CAPUCHINHO VERMELHO




     Era uma vez um lobinho a quem a mamã loba tinha dado um cestinho com bolos para levar à avó que estava doente, do outro lado da floresta. Mas a mamã loba avisou-o:
      - Lobinho, meu querido, deves seguir sempre pelo meio da floresta! Nunca te desvies. Nunca sigas pela estrada dos homens!
     Ora, o lobinho, assim que se viu sozinho, esqueceu-se das palavras da mãe e deixou-se encantar pelo movimento da grande estrada, pelos carros, pelas motos… Um condutor de um camião, pai de uma menina a quem todos chamavam «Capuchinho Vermelho», ao ver um lobinho sozinho, logo pensou que seria uma bela prenda para a sua filhinha! Parou, agarrou nele e levou-o para casa.

      - Oh, que lobinho tão fofinho! – exclamou o Capuchinho Vermelho quando o viu – Vais fazer-me companhia e ser o meu brinquedo favorito! E nem percebeu como o lobinho estava assustado. Assustado e apavorado. De tal modo, que quando apanhou a menina distraída, fugiu a sete pés (quer dizer, sete patas) enfiou-se pela floresta adentro, correu para casa da avó que estava à sua espera e nunca mais se esqueceu das palavras da mamã loba!

Sem comentários:

Enviar um comentário