Google+ Followers

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

O girassol




Esta flor gigante girou com o sol o ano passado, presa ao chão do nosso quintal.
Estava no meio de outros girassóis que davam um ar diferente a este nosso pedacinho de terra.
 Eu gostava de os ver com aquele ar de gente, ora cabisbaixos, ora altivos, sempre um pouco desleixado...

Não sei o que teria pintado Van Gogh se não existissem girassóis! 
Não sei se Van Gogh teria sido Van Gogh sem estes girassóis!

Doze girassóis numa jarra, 1888




















Ora aqui está um bom pretexto para falar de Van Gogh ao J. e à C.!

1 comentário:

  1. eu gosto dos girassóis do Van Gogh.E dele sem os girassóis, ainda que, bem visto, não fosse a mesma coisa não haver.
    Doce Avó, gostei do amarelo no teu quintal. Aliás, gosto do teu quintal, da tua casa, do lilás pendurado das glicíneas que me lembra não sei porquê a doce pausa dos teus gestos.

    ResponderEliminar