Google+ Followers

domingo, 30 de novembro de 2014

O mar enrola na areia

Hoje, o Tomás, ao ver num livro o mar, começou logo a cantar....



versão infantil

Agora cantada por Jorge Palma (não sei porquê, mas não via nada esta canção a ser cantada por este cantor...). Mas fica interessante! Diferente da velha versão da Tonicha e da toada dita popular.


E agora a letra, muito completa, retirada de http://amusicaportuguesa.blogs.sapo.pt/238859.html

O mar enrola na areia
Ninguém sabe o que ele diz
Bate na areia e desmaia
Porque se sente feliz.


O mar enrola na areia
Ninguém sabe o que ele diz
Bate na areia e desmaia
Porque se sente feliz.


O mar também é casado, ai
Até o mar tem mulher
É casado com a areia, ai
Pode vê-la quando quer.


O mar também é casado, ai
Até o mar tem filhinhos
É casado com a areia, ai
E os filhos são os peixinhos.


O mar enrola na areia
Ninguém sabe o que ele diz
Bate na areia e desmaia
Porque se sente feliz.


O mar enrola na areia
....

Ó mar tu és um leão, ai
A todos queres comer
Não sei como os homens podem, ai
As tuas ondas vencer.


Ó mar que te não derretes, ai
Navio que te não partes
Ó mar que não cumpristes, ai
O que comigo tratastes.


O mar enrola na areia
....
(repete)
Ouvi cantar a sereia, ai
No meio daquele mar
Tantos navios se perdem, ai
Ao som daquele cantar.


Até o peixe do mar, ai
Depenica na baleia
Nunca vi homem solteiro, ai
Procurar a mulher feia.


O mar enrola na areia
...
(repete)

1 comentário:

  1. Que engraçado! Lembro-me que aos 3 ou 4 anos era a minha canção preferida, braço dado com o carimambo
    Desejo que ao teu neto agrade tanto cantá-la como, então, a mim; creio que aquele enrolar e desenrolar das sílabas faz bem não sei a quê:)

    ResponderEliminar